‘ENTRE OUTRAS MIL’, DE ROCHELE BAGATINI

Por Luis Augusto FIscher
Publicado primeiro na Zero Hora, em 01/12/2020.

Tese que defendo há muitos anos, sem muita originalidade: a formação lírica do brasileiro é feita pela canção, e a formação épica, pela telenovela. Aprendemos a amar cantando Roberto Carlos, Chico, Rita Lee, Vinicius e os atuais protagonistas da sofrência e do funk; aprendemos como funciona o mundo cotidiano das classes sociais e a luta pelo poder com Janete Clair, Silvio de Abreu, Gilberto Braga, Glória Perez e tantos outros.

Estudar a canção nessa condição de nossa formadora tem sido possível, em vários níveis. Uma das facilidades: canção é arte portátil, cabe em qualquer memória e é acessível em poucos minutos. Estudar a telenovela é, senão impossível, muito difícil: como repassar uma telenovela inteira, revê-la, entender seus detalhes? E o reality show, essa telenovela de enredo aberto, como entender?

A telenovela influencia a literatura? Jeferson Tenório, o aclamado autor de O Avesso da Pele, conta que fez uma primeira experiência como escritor num manuscrito volumoso que se fez, basicamente, diz ele, na matriz da telenovela. Por que falamos pouco na teledramaturgia?

Enquanto não resolvemos essa pergunta, podemos aproveitar para ler a ótima novela Entre Outras Mil, de Rochele Bagatini (editora Diadorim). Quem narra em primeira pessoa é Raquel, que veio do Interior, formou-se em Direito mas vende cosmético em Porto Alegre. Vive com um companheiro gerente de call center que é um excelente dono de casa.

A história alterna entre esse cotidiano meio opressivo e o passado dela, na colônia italiana. Teve vida regular com pai e mãe, aliás tem mãe ainda, mas ela desapareceu, por motivos obscuros para Raquel. Pois é a relação com essa mãe, o possível reencontro delas depois de anos, o centro da tensão narrativa. A formação emocional de Raquel e o destino dessa mãe obscura têm a ver diretamente com as telenovelas e os reality shows, com seu jeito de interpretar o mundo – emocionalizando tudo e esperando desfechos apoteóticos incompatíveis com a vida real.

Leia mais do autor na Sepé.

🛒 Clique e encomende o seu exemplar

FICÇÃO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: