‘PENSANDO COMO UM NEGRO: ENSAIO DE HERMENÊUTICA JURÍDICA’, de ADILSON JOSÉ MOREIRA

Por Paulo Scott

Foi um ano de leitura de livros sobre política, teoria literária e crítica ao Direito. Penso que fundamental foi o Pensando como um negro: ensaio de hermenêutica jurídica, do professor Adilson José Moreira. Também significativos foram as obras que tratam da relação interdisciplinar entre Direito e Literatura: Crítica em tempos de violência, do professor Jaime Ginzburg; a coletânea de ensaios História Memória Literatura, organizada pelo professor Márcio Seligmann-Silva e o Direito, Hermenêutica e Literatura, da professora Maria Helena Damasceno e Silva Megale.

Leia mais do autor em rochascott.wordpress.com

🛒 Clique e encomende o seu exemplar

NÃO-FICÇÃO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: