5 poemas de Adroaldo Bauer

presente sem passado
passado a limpo
ganhei o presente
não há futuro!

20/12/2009

vai-se só o vazio
perda do que se não tinha
o vazio se esvaiu
e se vai nele o que havia.

14/11/2009

lua alagada
intrigado ficara
bombardeado, um lado da lua
alagado restara

13/11/2009

Devires

Grandes momentos
virão revirados
de nós mesmos

20/03/2009

Pedaços do coração 3

Atormentadas circunstâncias
Indizíveis deslembranças
Inda revoltam as benquerências

Sou Adroaldo Bauer Spíndola Corrêa, assino Adroaldo Bauer como autor de ficção em prosa e verso. Já publiquei impressas as novelas O dia do descanso de Deus, 2007, e O Império Bandido, 2010 ambas edições do autor de 1 mil exemplares, esgotadas. Também publiquei vontos e poemas em coletâneas e em sites próprios ou de terceiros na Internet, no blog próprio Retorno Imperfeito e no Recanto das Letras.Tenho 68 anos, sou jornalista, técnico em Comunicação Social aposentado da Prefeitura Municipal de Porto Alegre, natural da Parnaíba, PI, morador de Porto Alegre, RS, desde 1954.

POESIA

1 comentário Deixe um comentário

Deixe uma resposta para Vera Ione Molina Silva Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: