‘A TRISTE BALADA DOS HERCULÓIDES CONTRA AS LEIS TERRENAS (UMA POEMÁTICA POP-BARROCA)’, DE ODEMIR TEX JR

Por Emir Rossoni A triste balada dos Herculóides contra as leis terrenas (uma poemática pop-barroca) é um livro de poesia. Mas, para mim, neste 2020, foi bem mais que isso. O livro de Odemir Tex Jr., lançado lá no finalzinho de 2019, foi uma das obras que mais dedilhei, que mais espiei, chafurdei e quase…

Leia mais ‘A TRISTE BALADA DOS HERCULÓIDES CONTRA AS LEIS TERRENAS (UMA POEMÁTICA POP-BARROCA)’, DE ODEMIR TEX JR

‘EQUADOR’, DE MIGUEL SOUSA TAVARES

Por Claudio Corrêa Noronha O autor, Miguel Sousa Tavares, é segundo filho do advogado, jornalista e político português Francisco de Sousa Tavares e da escritora e intelectual Sophia de Mello Breyner Andersen. Esta é considerada a maior poeta portuguesa de todos os tempos; ganhadora do Prêmio Camões, teve, postumamente, seus restos mortais transladado para o…

Leia mais ‘EQUADOR’, DE MIGUEL SOUSA TAVARES

‘EU AMO DICK’, DE CHRIS KRAUS

Por Fabrício Silveira O livro Eu Amo Dick nos impõe inúmeros desafios. Lançado originalmente em 1997, a obra de Chris Kraus foi reeditada em 2006, tendo saído no Brasil em 2019, com tradução de Taís Cardoso e Daniel Galera, pela editora Todavia. O livro já foi saudado como um manifesto feminista, muito oportuno, forte e…

Leia mais ‘EU AMO DICK’, DE CHRIS KRAUS

‘GNAISSE’, DE LUÍS CARMELO

Por Ronaldo Lucena Este é o primeiro livro da trilogia sobre o amor do escritor português Luís Carmelo (Por mão própria e Sísifo são os outros dois romances).  Narrado em primeira pessoa, como uma armadilha que nos faz embarcar no universo, por vezes desconexo em sonhos e visões, de um professor apaixonado por uma aluna…

Leia mais ‘GNAISSE’, DE LUÍS CARMELO

‘LEONEL BRIZOLA – A HISTÓRIA O HISTORIADOR ‘, DE GILBERTO FELISBERTO VASCONCELLOS

Por Elaine Tavares O ano de 2020 foi  “uma merda mesmo” como diria uma fazedora de carrancas lá da beira do São Francisco ao ser perguntada sobre a vida. O coronavírus nos jogou num turbilhão de confinamento e desespero, não tanto pela doença em si, mas por saber que no comando da Saúde estão os…

Leia mais ‘LEONEL BRIZOLA – A HISTÓRIA O HISTORIADOR ‘, DE GILBERTO FELISBERTO VASCONCELLOS

‘OBRIGADO’, DE ANDRÉ NEVES

Por Antônio Shimeneck Entre as leituras de 2020, o ano fatídico, há um livro para se voltar a ele muitas vezes. É do pernambucano André Neves, autor e ilustrador que já deixou sua marca na literatura não só do Brasil como do mundo, já que suas obras têm sido traduzidas para vários países. Publicado pela…

Leia mais ‘OBRIGADO’, DE ANDRÉ NEVES

‘PENSANDO COMO UM NEGRO: ENSAIO DE HERMENÊUTICA JURÍDICA’, de ADILSON JOSÉ MOREIRA

Por Paulo Scott Foi um ano de leitura de livros sobre política, teoria literária e crítica ao Direito. Penso que fundamental foi o Pensando como um negro: ensaio de hermenêutica jurídica, do professor Adilson José Moreira. Também significativos foram as obras que tratam da relação interdisciplinar entre Direito e Literatura: Crítica em tempos de violência,…

Leia mais ‘PENSANDO COMO UM NEGRO: ENSAIO DE HERMENÊUTICA JURÍDICA’, de ADILSON JOSÉ MOREIRA

‘POESIA COMPLETA DE EMILY DICKINSON’, TRAD. DE ADALBERTO MÜLLER

Por João Antônio Soares Neto No Brasil, a obra de Emily Dickinson (1830-1886) teve suas primeiras traduções em 1928, com Manuel Bandeira. Desde então, diversos tradutores e poetas traduziram esparsamente seus poemas, dentre os quais Cecília Meirelles, Décio Pignatari, Olívia Krähenbühl, Mário Faustino, Paulo Mendes Campos, Ana Cristina Cesar, Aíla de Oliveira Gomes, Isa Mara…

Leia mais ‘POESIA COMPLETA DE EMILY DICKINSON’, TRAD. DE ADALBERTO MÜLLER

‘SOBRE O AUTORITARISMO BRASILEIRO’, DE LILIA SCHWARCZ

Por Letícia Möller Lançado em 2019, “Sobre o autoritarismo brasileiro”, de Lilia Schwarcz, é um livro importante e elucidativo, que analisa o autoritarismo no país, de raízes tão profundas quanto a nossa História desde os tempos do Brasil-colônia, e seus tentáculos que alcançam as mais variadas esferas da vida: do exercício de direitos à concepção…

Leia mais ‘SOBRE O AUTORITARISMO BRASILEIRO’, DE LILIA SCHWARCZ