Tag: CATIA SCHMAEDECKE

SINAPSE, por Catia Schmaedecke

Do alto do penhasco Ivan podia vislumbrar a linha tênue no horizonte, uma divisão translúcida entre o céu e o mar que ali se igualava à sua estatura. Nas primeiras horas da manhã o vento soprava favorável e arrepiava-o da cabeça aos pés, trazendo consigo recordações da infância. A ideia surgira de repente à época…

Leia mais SINAPSE, por Catia Schmaedecke

AMARE, por Catia Schmaedecke

Antigamente Porto Alegre era uma cidade murada cujo portão se fechava ao anoitecer para impedir a entrada de possíveis invasores através das águas, e abria-se nas primeiras horas do dia seguinte. Era o que aparentava à primeira vista, quando havia a escassez de chuvas torrenciais e consequentes cheias. Foi ali, às margens do Guaíba, que…

Leia mais AMARE, por Catia Schmaedecke

JOAQUIM – CATIA SCHMAEDECKE

Quando eu estava prestes a abrir a porta, um arrepio percorreu minha espinha. Senti um par de olhos em voos rasantes desde a lombar até a cervical. A proximidade de minha mulher era a certeza de não haver espaço para a desistência. O mais tênue sinal de indecisão de minha parte sepultaria a minha carreira…

Leia mais JOAQUIM – CATIA SCHMAEDECKE